quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

O ESTRIPADOR DE LISBOA


Abro com uma proposta de capa para uma publicação que não chegou a ser editada em álbum. O que foi publicado, no semanário o "Crime", foi a BD relativa a estes episódios ocorridos em Lisboa há uns anos, de que não se chegou a conclusão quanto à identidade do autor ou dos autores, apesar de todas as investigações da polícia nacional (que é uma das melhores do Mundo) e com o auxílio da polícia internacional.
Como vem sendo hábito, apresento apenas quatro pranchas, essas sim publicadas no jornal.




sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

terça-feira, 12 de novembro de 2019

A "GIRALDINHA" DE LISBOA






Foi esta "Giraldinha" uma das mais célebres ladras do séc. XIX em Lisboa. Durante 10 anos, entre 1885 e 1895, a Maria Rosa, de alcunha Giraldinha, foi presa 21 vezes, tendo cumprido 2500 dias de prisão efectiva, o que corresponde a 7 anos da sua vida.
Foi com esta figura verídica que fiz uma série de pranchas no jornal "O Crime", de que trago aqui quatro delas e mais meia.
É evidente que isto é apenas uma amostra do total das aventuras desta mulher ainda nova, que viveu uma vida difícil, designadamente quando deixou a sua aldeia com 13 anos de idade para vir para Lisboa.

domingo, 10 de novembro de 2019

O MAGRIÇO - PORMENORES DO TRATAMENTO GRÁFICO



A técnica do desenho em papel e em computador, no meu caso, corresponde a um primeiro trabalho a lápis, sobre o qual se acertam pormenores na arte final, a preto. E não acaba aí. Passado ao computador, há ainda aquilo a que eu chamo preenchimento, juntando pormenores, balonagem e texto, conforme os exemplos que em cima e em baixo reproduzo.
Repare-se que o desenho vai "despido" de conteúdo para o "scanner" e todos os pormenores e acabamentos se dão ao poder dos movimentos da mão no "rato" do computador, uma técnica que exige grande concentração e muito treino.
Nestes casos são uma vinheta e uma página de "O Magriço".




Será justo imaginar a existência prévia de um esquiço ou apontamento a tosco do que se pretende, antes de passar para estas fases do lápis, da tinta e do computador. Por isso, os mais atentos já terão reparado que nas duas últimas imagens há uma troca de vinhetas, uma vez que estas correspondem à ideia inicial.

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

COMO SE EXCOMUNGA UM LIVRO?

Hoje levantei-me para escrever um post sobre uma situação verídica que ocorreu em 1960 no Norte do país. O caso meteu um padre e os livros que se iam requisitar à biblioteca itinerante da Calouste Gulbenkian.
Não vou repetir o que escrevi sobre a situação, mas é tão caricata que chamo a atenção para a dita, também aqui, se bem que a leitura, para quem não tema a "excomunhão", pode ser em
https://altas-cavalarias.blogspot.com/2019/11/os-livros-excomungados.html
Podia ter elaborado um desenho sobre o assunto - e talvez um dia o faça - mas limito-me a deixar, com algum saudosismo, uma foto das carrinhas da Gulbenkian, aquelas Citroen de cor cinza de boa memória par mim. De boa memória e de grande utilidade.



terça-feira, 29 de outubro de 2019

JOSÉ DA SILVA CARVALHO - UM LÍDER NO LIBERALISMO


Foi apresentado, no passado sábado, o livro de Banda Desenhada onde eu sou o autor dos desenhos e o Dr. António Neves como autor do argumento.
Agradecendo ao Município de Santa Comba Dão as imagens aqui reproduzidas, aqui fica uma pequena reportagem fotográfica do evento.




terça-feira, 22 de outubro de 2019

APRESENTAÇÃO DE ÁLBUM



É já no próximo Sábado, dia 26, na Casa da Cultura de Santa Comba Dão que será apresentado este meu trabalho de BD sobre aquele que eu considero como principal figura do Liberalismo.